Cirurgia Ortognática

O que é Cirurgia Ortognática?
É um procedimento cirúrgico com o principal objetivo de reposicionamento dos ossos maxilares buscando a correta oclusão dental, tendo basicamente 3 benefícios: a correção funcional, a estética facial e consequentemente o aumento da auto estima e qualidade de vida.

O que é deformidade dentofacial?
Quando ocorre problemas severos de má-oclusão e incorreto posicionamento ósseo dos maxilares (maxila e ou mandíbula), é necessário um tratamento combinando a ortodontia (correção dentária) e a cirurgia ortognática (correção esquelética).

Quais as alterações causadas pelas deformidades dentofaciais?
Essas deformidades provocam alterações na função mastigatória, respiração, fala e estética facial, podendo causar ainda problemas de ordem emocional como: insatisfação pessoal, baixa autoestima e problemas psicológicos.

O que é realizado na cirurgia?
Realiza-se delicados cortes ósseos (osteotomias) na maxila e/ou mandíbula. Após isso, realiza-se o reposicionamento dos ossos maxilares conforme o planejamento virtual previamente realizado, e são fixados com mini placas e mini parafusos de titânio. Graças a esse tipo de fixação, permite ao paciente sair do procedimento cirúrgico com a boca desbloqueada.

Planejamento Virtual em Cirurgia Ortognática – 3D
Os conceitos envolvendo diagnóstico e plano de tratamento em cirurgia ortognática tem sido constantemente aprimorados. Destaca-se o planejamento cirúrgico virtual, o qual proporciona maior previsibilidade e padronização de toda sequência clínica e cirúrgica, sendo um método extremamente preciso.

Quais os tipos mais comuns de deformidades dentofaciais?

Deformidade facial padrão Classe II

Deformidade facial padrão Classe II

Principais características: mandíbula pequena, queixo para trás, oclusão com mordida profunda, respiração bucal, dificuldade de mastigação, altura da face diminuída, dores e ou estalos e ou ruídos nas articulações temporomandibulares são bem comuns.

Deformidade facial padrão Classe III

Deformidade facial padrão Classe III

Principais características: mandíbula grande, queixo para frente, dificuldade de mastigação, dificuldade em pronunciar algumas palavras por alteração do posicionamento lingual, altura da face pode estar aumentada, podem apresentar dores e ou estalos e ou ruídos nas articulações temporomandibulares.

Excesso vertical da face com ou sem mordida aberta anterior

Excesso vertical da face com ou sem mordida aberta anterior

Principais características: aspecto facial alongado, frequentemente mostram os dentes de forma acentuada e também mostram muita quantidade de gengiva com os lábios em repouso e ao sorrir (sorriso gengival), incapacidade de fechar os lábios espontaneamente, dificuldade ou deficiência respiratória, ronco ou síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS).


Assimetria FacialAssimetrias faciais

Principais características: mandíbula torta, queixo torto, linha média desviada, maxila torta, dificuldade de mastigação, dificuldade de deglutição, mordida cruzada posterior e anterior, podem apresentar dores e ou estalos e ou ruídos nas articulações temporomandibulares.

Mordida CruzadaAtresia transversal da maxila – Mordida cruzada

Principais características: mordida cruzada posterior uni ou bilateral, palato ogival (profundo), dificuldade em respiração nasal, apresentando respiração bucal e em muitos casos ronco noturno.

Notícias do Blog

Afinal, como é o tratamento da apneia obstrutiva do sono?

Leia Mais

O que é a disfunção da ATM e como tratá-la?

Leia Mais
Paciente em consulta de Fonoaudiologia com médica especialista - Cirurgia Ortognática

Fonoaudiologia e Cirurgia Ortognática – Qual a relação?

Leia Mais
Mulher sorrindo segurando facetas de porcelana

Saiba mais sobre as Facetas de Porcelana

Leia Mais